Terra Boa fecha semestre como a 3ª maior geradora de empregos na região da Comcam

0
Foram 77 empregos formais gerados durante os primeiros seis meses de 2017
Evandro Junior

O 1º semestre de 2017 terminou de forma positiva para o município de Terra Boa. Nos seis primeiros meses do ano, a cidade computou 77 novas vagas de empregos geradas. Os  meses de maio e junho, foram os mais positivos, com os maiores números de admissões.

Os dados são do Caged, do Ministério do Trabalho, e mostram uma evolução considerável com a recuperação do número formais  de empregos  no município durante o semestre, que iniciou de forma negativa.

Ainda segundo o Caged, à frente de Terra Boa no ranking de empregabilidade na região estão: Ubiratã, com a marca  de 177 novos postos de trabalho; e Moreira Sales, que gerou 94 novas vagas.

Também se destacaram no período:  Roncador (+73); Araruna (+55); Juranda (+49); Fênix (+33) e Peabiru (+11).

Na lista das cidades que mais perderam empregos no 1º semestre estão:  Rancho Alegre do Oeste (-64); Campo Mourão (-38); Mamborê (-35); Barbosa Ferraz (-33) e Campina da Lagoa (-24).

Dos 25 municípios pertencentes à Comcam, 14 tiveram saldos positivos e 11 negativos.

VALTINHO COMEMORA  E REMETE RESULTADO POSITIVO A VALORIZAÇÃO DAS EMPRESAS LOCAIS

O prefeito  de Terra Boa, Valter Peres, comemorou o resultado e disse que, em linhas gerais, remete o bom desempenho a proximidade com as empresas que estão no município.

Segundo Valtinho, a Administração Municipal está sempre atendendo aos pedidos dos empresários e mantendo  um vínculo de amizade com todos, sendo presente para solucionar problemas que venha a ocorrer.

“Priorizamos a manutenção das empresas em nosso município e incentivamos para que, além de permanecer aqui, ainda continuem a gerar  novas vagas de trabalho. Nossa administração é aberta ao diálogo e estamos presentes para resolver  qualquer problema que venha a acontecer. Somos verdadeiros parceiros dos nossos empresários e o resultado positivo é fruto desta grande parceria. Vivemos o inverso da grande maioria do restante dos municípios brasileiros,  que, em tempos de crise,vê o número de desempregados aumentar gradativamente”, comemora.

O prefeito citou ainda que outro fator que contribuiu para elevação do número de empregos é a mão de obra capacitada  existente município de Terra Boa. “Nossa empregabilidade é alta e temos um índice aproximado de 90%. Continuaremos dando os incentivamos necessários e possíveis para que possamos continuar crescendo ainda mais, gerando empregos e renda ao nosso povo”, disse entusiasmado Valtinho, que busca a vinda de novas empresas para o município.

BELTRÃO GERA APENAS DOIS NOVOS POSTOS DE TRABALHO

Enquanto Terra Boa segue se destacando e gerando novas oportunidades de trabalho para sua população, o município de Engenheiro Beltrão vive o avesso, com pouquíssimos novos postos de trabalho sendo computados durante o semestre.

Nos primeiros seis meses deste ano, a cidade oscilou no número de admissões e demissões, chegando ao saldo positivo de apenas dois empregos gerados durante o período.

Segundo os dados extraídos do site do Caged, fevereiro foi o mês com o maior número de contratações, com 32 novas vagas contabilizadas. Foram 98 admissões contra 66 demissões.

Já o mês de Maio, foi considerado o pior do semestre com um saldo negativo de 24 vagas. Foram 37 admissões contra 61 demissões.

Em junho, a cidade também não teve o que comemorar. Foram 60 novas contratações contra 67 demissões.

Os números deixam evidenciada a estagnação vivida pelo município na área de empregos,  e  as dificuldades que serão enfrentadas pelo prefeito Rogério Riguetti para cumprir uma de suas principais promessas de campanha, que era de gerar novos postos de trabalho garantindo, assim, a permanência dos mais jovens na cidade.

 

FÊNIX E QUINTA DO SOL GERARAM MAIS EMPREGOS DO QUE BELTRÃO

Os municípios  de Quinta do Sol e Fênix, que compõe a comarca de Engenheiro Beltrão, também registraram números positivos durante o semestre. Por incrível que pareça, as cidades ficaram à frente de Engenheiro Beltrão no ranking do Caged, com maior número de empregos gerados no período.

O município de Fênix, que é comandado pelo prefeito Neno Molina, chegou marca à surpreendente de 33 admissões nos seis primeiros de 2017.

Já Quinta do Sol, que é administrada pelo prefeito João Cláudio Romero, gerou cinco novos postos de trabalho no semestre.

Em termos de colocação no ranking regional de empregos, Fênix ocupa a 7ª posição; seguido de Quinta do Sol na  12ª; e de Beltrão na 14ª.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome