Poder Judiciário realiza mutirão carcerário na cadeia pública de Engenheiro Beltrão

0
foto: João Aoki/ JER
Evandro Junior

Na tarde da sexta-feira, dia 19 de janeiro, o Poder Judiciário promoveu um mutirão carcerário na Delegacia da Polícia Civil de Engenheiro Beltrão.A ação foi conduzida pelo juiz de Direito, Dr. Sílvio Hideki Yamaguchi, e teve a parceria do Departamento Penitenciário do Paraná (DEPEN).

Durante o mutirão carcerário, os 53 presos que estão lotados na cadeia pública do município, tiveram a oportunidade de falar com o magistrado, e expor suas dúvidas em relação a sua prisão. Eles também puderam fazer reclamações, denúncias ou reivindicações em relação ao tratamento, acomodações e alimentação dentro da cadeia.

O juiz repassou a situação específica de cada um dos detentos e esclareceu as dúvidas em relação ao processo judicial e ao cumprimento da pena.

Dr. Sílvio também orientou os presos sobre seus direitos e deveres, e marcou as audiências de custódia para os próximos meses.

A maioria dos internos se queixou da superlotação da cadeia, que tem capacidade para 28 presos e, atualmente, abriga 60. Destes, cinco são mulheres.

Para o juiz Sílvio Hideki, a ação foi muito positiva e visou rever a situação carcerária e penal de cada detento.

“Tivemos a oportunidade de repassar informações e orientações sobre o processo de cada um dos internos, bem como seus direitos. Alguns já estão cumprindo a pena e outros estão em prisão preventiva, o que gera muitas dúvidas em relação ao tempo que ficarão detidos. Também verificamos o tratamento dado pelos policiais, a questão da alimentação e a estrutura física oferecida aos internos”, esclareceu o magistrado.

O mutirão carcerário foi encerrado com o saldo de um alvará de soltura e onze progressões para o regime semiaberto.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome