MP investiga caso da ambulância nova que está encostada há mais de um ano na garagem da Agência do Trabalhador

0
Promotor abriu inquérito para apurar denúncia e quais os motivos para a ambulância permanecer encostada na Agência do Trabalhador ( foto: Arquivo/JER)
Evandro Junior

O representante do Ministério Público do Paraná (MP-PR), Dr. José Pereira Pio de Abreu Neto, o Dr. Pio, abriu um inquérito para apurar o caso de uma ambulância nova que permanecia encostada,há mais de um ano,dentro da garagem da Agência do Trabalhador de Engenheiro Beltrão.

O caso já havia sido denunciado ao MP e teve grande repercussão após a publicação da denúncia feita por um leitor à página oficial do Jornal Enfoque Regional (JER),na rede social ( Facebook).  A referida publicação continha fotos do veículo, modelo GM/Montana, que estava praticamente escondido dentro da garagem da autarquia. Além da ambulância, uma motocicleta também estava guardada no local.

Assim que tomou conhecimento da denúncia, o promotor de Justiça abriu um inquérito e enviou um oficial do MP para fazer o auto de constatação, de que a ambulância permanecia inoperante.

De acordo com Dr. Pio, o caso ainda está sobre investigação, mas já se sabe que os dois veículos chegaram ao município no final de 2016, e  até o momento ainda não foram disponibilizados para o transporte e atendimento da população.

O promotor lamentou o caso e salientou que o prefeito Rogério Riguetti poderá ser responsabilizado e até responder por ato de improbidade administrativa.

“Lamentamos que um veículo deste, que pode socorrer muitas pessoas e salvar vidas, esteja parado e inoperante. Sem dúvida, a ambulância deveria estar à disposição e sendo utilizada em favor da população de nossa cidade”, comentou Dr. Pio.

A investigação do caso está registrada, através da Notícia de Fato Nº MPPR- 0049.18.000154-4.

PREFEITO DIZ QUE JÁ TEM AMBULÂNCIAS SUFICIENTES ATENDENDO A POPULAÇÃO

Em resposta ao ofício Nº 121/2018 do Ministério Público, que questionava o fato da ambulância permanecer inoperante, o prefeito Rogério Riguetti argumentou que o município dispõe de três ambulâncias em uso permanente, atendendo a demanda necessária.

Ele justificou ainda que o veículo GM/ Montana, transformada em ambulância, com placas BAZ-3270, está à disposição do município para os casos de emergência , e para possíveis eventualidades que possam ocorrer com as ambulâncias de uso cotidiano.

Vereador diz que está preocupado com a falta de ambulância em Figueira do Oeste

 

Vereador já pediu para que seja disponibilizad uma ambulância para o distrito ( foto: Assessoria CMEB)

Na última sessão da Câmara Municipal de Engenheiro Beltrão, realizada na segunda-feira (19), o vereador João Ribeiro de Macedo (PSDB)usou a tribuna livre para solicitar mais uma vez que o prefeito Rogério Riguetti libere uma ambulância ou um veículo, para atender os moradores do distrito de Figueira do Oeste.

João Macedo citou que há quase um ano vem solicitando que o veículo seja entregue e que os pacientes do distrito precisam do transporte para se locomover até a sede.

O vereador relatou que numa situação recente, um trabalhador passou mal e foi encaminhado ao posto de saúde, e teve  que ser transferido para o hospital em Beltrão. Como não tinha ambulância ou um carro apropriado para transportá-lo, os próprios moradores levaram  o homem para atendimento médico

João Macedo afirmou que a situação é preocupante e que seu medo é de que uma pessoa acabe perdendo a vida pela falta de um transporte emergencial na hora do socorro.

 

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome