Sindicato espalha faixas cobrando do prefeito Riguetti pagamento de Piso Salarial aos professores

0
Faixa afixada em frente a escola Maria Aparecida Medeiros cobra respeito aos professores (foto: João Aoki/JER)
Evandro Junior

Várias faixas foram espalhadas na área central de Engenheiro Beltrão cobrando que o prefeito Rogério Riguetti (PMDB) cumpra a lei federal e pague o piso salarial aos professores da rede municipal de ensino.

As faixas são assinadas pela APP- Sindicato, e pedem respeito aos professores, bem como o pagamento de avanços e progressões. Uma das faixas foi afixada em um prédio comercial em frente à Escola Municipal Maria Aparecida Medeiros. Outra faixa foi colocada em frente ao portão da Casa Paroquial, na Avenida Sete de Setembro, no centro da cidade.

Na semana passada, a APP Sindicato já havia entregue panfletos nas portas das escolas municipais esclarecendo o momento vivido pela categoria dos professores, que permanece em estado de greve.

Segundo informações do Ministério Público do Paraná (MP-PR), Engenheiro Beltrão é único município da Comarca e um dos poucos do Paraná, que não vem cumprindo a Lei Federal e pagando o piso salarial aos professores.

O descaso é tamanho, que o promotor de Justiça, José Pereira Pio de Abreu Neto, Dr. Pio,  ajuizou duas ações contra o prefeito Rogério Riguetti. Uma delas por Ato de Improbidade Administrativa e o outro por Crime de Responsabilidade.

Em entrevista recente à reportagem do JER, a professora Vilma Terezinha de Souza Pinto, que representa o Sindicato, citou que a categoria vem desde 2017 tentando um acordo com a prefeitura para que a situação não chegue a uma paralisação total. Já houve várias reuniões com o prefeito, que se comprometeu a pagar o que era devido à categoria. No entanto, nada efetivamente foi feito e os professores não estão recebendo nem o piso nacional.

“Estamos em estado de greve e já fizemos várias Assembleias para discutir juntos uma solução para esse imbróglio. Infelizmente, se acorda uma coisa com o prefeito e depois não se cumpre. Vamos somar forças e lutar por uma educação de qualidade aos alunos e de valorização aos professores beltrãoenses. Não há justificativa para o que está acontecendo e é um ato claro de descaso com a categoria”, disse a professora, conclamando aos pais para que apoiem os professores.

Faixa colocada no portão da casa paroquial – na Avenida Sete de Setembro, ao lado da rodoviária ( foto: João Aoki/JER)

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome