Vereador faz requerimento cobrando Auditoria Fiscal nas contas da Prefeitura de Engenheiro Beltrão

0
Americano disse que já não sabe o que mais dizer quando as pessoas perguntam sobre a auditoria fiscal . ( foto: Assessoria Acamdoze)
Evandro Junior

Na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores, realizada na segunda-feira (20), o vereador Valdir Hermes da Silva (Americano) protocolou requerimento cobrando do Poder Executivo a realização de uma Auditoria Fiscal nas contas da Prefeitura Municipal de Engenheiro Beltrão.

No requerimento, o vereador solicita que sejam contratados técnicos especializados para realizar uma Auditoria nas finanças da Prefeitura referente ao exercício 2013 a 2016.

Valdir Americano justificou que a auditoria seria para averiguar como foram deixadas as contas do município pela administração anterior e cessar os comentários sobre possíveis irregularidades que possam ter ocorrido e estariam sendo encobertadas.

“Já não sei mais o que falar as pessoas. Onde vou ouço rumores de supostas irregularidades e sou cobrado desta auditoria nas contas públicas. Acho que já passou da hora de levantar o que aconteceu e mostrar à população como foi encontrada a prefeitura”, argumenta.

O vereador mencionou ainda que até o momento as contas referentes a gestão 2013 a 2016, de responsabilidade do então prefeito Elias Lima, não foram apreciadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR), e que a atual administração deve fazer um levantamento oficial e enviar ao órgão competente, que analisará as irregularidades nas contas, caso elas tenham acontecido.

PROMESSA   A Auditoria Fiscal nas Contas da Prefeitura de Engenheiro Beltrão foi uma das principais promessas da campanha eleitoral do prefeito Rogério Riguetti, que prometia fazer uma varredura nos últimos oito anos de gestão (2009-2012 e 2013-2016). Após vencer o pleito eleitoral, a promessa foi simplesmente esquecida e nada foi efetivamente feito após 20 meses de mandato.

A realização da auditoria nas finanças da prefeitura já foi cobrada pelo representante do Ministério Público (MPE), promotor de Justiça, Dr. José Pereira Pio de Abreu Neto, que não recebeu um único documento oficial ou levantamento por parte do Poder Executivo, sobre possíveis irregularidades nas gestões anteriores.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome