Quinta do Sol é oficializada como “Capital Paranaense do Folclore”

0
Festival Fefosol deu a cidade de Quinta do Sol, o título de Capital do Folclore Paranaense ( foto: Assessoria PMQS)
Evandro Junior

Na última semana, a cidade de Quinta do Sol foi oficializada como “Capital Paranaense do Folclore”. O título veio com a publicação da Lei Estadual nº 19.662, sancionada no dia 20 de setembro de 2018.

O prefeito João Claudio Romero disse que o título de “Capital Paranaense do Folclore” é uma conquista de todo o cidadão quintassolense, pois demonstra o reconhecimento a nível estadual de todo o trabalho de pesquisa e projeção folclórica que nasceu em 2002 com a fundação do Grupo Parafolclórico Pôr do Sol.

“Quinta do Sol se tornou um ponto de referência cultural e artístico do Estado do Paraná. Que esse título seja mais um passo para novas conquistas. Parabéns a todos os envolvidos que fazem parte da história do Grupo Pôr do Sol e do FEFOSOL”, salientou o prefeito.

O professor Lucinei Carneiro, coordenador e um dos fundadores do Grupo Parafolclórico Pôr do Sol e idealizador do Festival de Folclore de Quinta do Sol (FEFOSOL) , afirmou que é gratificante ter esse reconhecimento e o título de Capital Paranaense do Folclore. “O Grupo Pôr do Sol, se sente honrado de ter contribuído para que nossa cidade fosse reconhecida com esse título”, disse o coordenador.

O reconhecimento de Quinta do Sol como “Capital Paranaense do Folclore” pode abrir novas portas para contribuir com o grupo, com o festival e até mesmo com o turismo cultural na cidade. No próximo dia 10 de outubro, o Grupo Pôr do Sol completa 16 anos de carreira, representando Quinta do Sol e o Brasil em festivais no Peru, Bélgica, França, Chile e neste ano de 2018 subiu nos palcos da República Tcheca e Polônia. Em solo nacional se apresentou nos estados do Paraná, São Paulo, Piauí e Rio Grande do Sul.

O Festival de Folclore de Quinta do Sol chegou à sua 13ª edição este ano trazendo em sua história grupos do Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pará, Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Mato Grosso e Maranhão.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome