Diminui número de flagrantes por radares durante Operação Páscoa

0
foto: Arquivo/ Divulgação/ AEN/PR)
Evandro Junior

 

O número de flagrantes por radares teve queda significativa nas rodovias do norte e noroeste do Paraná durante a Operação Páscoa realizada pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) entre quinta-feira (13) e o meio-dia de segunda (17).

Conforme o balanço divulgado, em 2016 foram flagrados 1.961 motoristas acima da velocidade permitida, já neste ano foram 828. No total, a PRE  autuou 468 motoristas, já no ano anterior foram 566. O balanço também aponta que o número de acidentes diminuiu 27,5%.

Neste ano foram registrados 21 acidentes, enquanto em 2016 foram 29. O número de feridos aumentou de 18 para 22 em comparação ao mesmo período e não foi registrado nenhum atropelamento tanto em 2016 quanto em 2017. Apenas um motorista foi ¢agrado dirigindo embriagado. Em 2016 foram dois condutores.

O tenente Martins da 4ª Companhia da PRE  citou que o balanço foi positivo e que acredita que os números indicam que os motoristas estão mais conscientes. Ele ressalta que o número de flagrantes em radares teve queda significativa e que a maioria dos condutores já se habituou a usar a luz baixa nas rodovias, medida que se tornou obrigatória desde julho de 2016.

ESTRADAS FEDERAIS – A Polícia Rodoviária Federal (PRF)  também divulgou, o balanço da Operação Semana Santa 2017. O relatório mostra que o número de acidentes na região norte do Paraná, na qual está incluída a região de Maringá, indicou que houve redução de 32 para 24 acidentes na comparação da Semana Santa de 2016 e 2017. O número de feridos também caiu de 35 para 33, mas o número de mortes subiu de 2 para 6, no período. Os seis óbitos nas rodovias federais foram registrados em apenas três dos 24 acidentes.

O número de infrações subiu: foram flagrados 1.758 motoristas dirigindo acima do limite de velocidade neste ano (aumento de 49% em relação a 2016) e 68 autuações por ultrapassagem indevida (aumento de 23%). Também foram registrados 9 mil pessoas trafegando acima do limite de velocidade e 661 fazendo manobras de ultrapassagem proibida. As informações são do O Diário.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome