Motorista de van que levava time de futebol e se envolveu em acidente não tinha CNH para conduzir o veículo, diz PRE

0
foto: Divulgação PRE
Evandro Junior

Do G1 Paraná

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) disse que o motorista da van da Prefeitura de Atalaia, que transportava um time de futebol para uma competição e se envolveu em um acidente na última quinta-feira (23), não tinha habilitação adequada para dirigir aquele tipo de veículo.

Dezesseis pessoas ficaram feridas na batida, que envolveu a van e um caminhão, na PR-554, entre Presidente Castelo Branco e São Jorge do Ivaí, no noroeste do Paraná.

Ainda conforme a PRE, a van era dirigida pelo Secretário de Esportes e Lazer de Atalaia, Marcio Rogério Cortarelli, que foi multado por não ter a habilitação correta para o veículo.

Por telefone, o secretáio confirmou para a RPC Maringá que estava na direção da van e informou que tem habilitação na categoria C, ou seja, para dirigir veículos com até oito passageiros. Mas ele não soube explicar exatamente porque estava dirigindo a van.

De acordo com a PRE, o motorista da van capotou o veículo ao tentar ultrapassar um caminhão, e o condutor do caminhão fugiu do local.

Na versão do secretário, o motorista do caminhão é quem estava fazendo a ultrapassagem e levou o veículo pra fora da pista.

A Polícia Civil de Nova Esperança informou que vai abrir inquérito para apurar as circunstâncias do acidente. Testemunhas e vítimas serão ouvidas, e o prazo para conclusão das investigações é de 30 dias.

Duas pessoas tiveram ferimentos mais graves no acidente. O treinador, de 61 anos, já deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), está na enfermaria e passa bem.

Um adolescente, de 16 anos, segue internado na UTI do Hospital Santa Rita, em Maringá, na região norte, em estado grave. Ele sofreu trauma de crânio e tórax.

No dia do acidente, a Prefeitura de Atalaia informou que estava prestando o apoio necessário às vítimas do acidente.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome