“Revisão biométrica ainda não é obrigatória para eleitores da 116ª zona eleitoral”, diz Casagrande

0
Giovanni Casagrande, chefe da 116ª Zona Eleitoral ( foto: Jr. Garbim / JER)
Evandro Junior

O chefe do cartório eleitoral da Comarca de Engenheiro Beltrão, Giovanni Casagrande, afirmou que a revisão biométrica ainda não é obrigatória para eleitores que votam em municípios de responsabilidade da 116ª zona eleitoral.

Casagrande cita que o recadastramento biométrico pode ser feito a qualquer momento pelos eleitores que votam em Beltrão, Fênix e Quinta do Sol, mas que não é ainda uma obrigatoriedade, como em alguns municípios do Paraná.

Ainda segundo o cartorário, desde janeiro do ano passado a 116ª eleitoral já vem coletando os dados biométricos na confecção de novos títulos e também do 1º voto.

“O sistema biométrico ainda não será utilizado em nossa comarca na eleição deste ano. Por isso, é uma opção do eleitor fazer o recadastramento neste momento”,  esclarece.

A obrigatoriedade, segundo Casagrande,  deve acontecer em 2019 e todos os  eleitores paranaenses serão convocados a fazer o recadastramento. O  período deverá se estender a um prazo estimulado de três meses a ser estipulado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR).

“Vamos divulgar amplamente quando for obrigatória. Porém, os eleitores que quiserem se adiantar e fazer o cadastramento biométrico devem procurar o fórum eleitoral munidos da identidade, título de eleitor e uma conta de água ou luz”, orienta.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome