Exames práticos para 1ª habilitação começam a ser realizados pela 95ª Ciretran de Eng. Beltrão

0
Teste de baliza está sendo feito na rua Princesa Izabel aos fundos da Ciretran ( foto: JR Garbim/JER)
Evandro Junior

Desde o início desta semana, a 95ª Ciretran passou a oferecer exames práticos para a retirada da 1ª habilitação no município de Engenheiro Beltrão.

Os testes práticos serão agendados quinzenalmente e os exames serão aplicados em três pistas aprovadas pelo Detran-PR. Como a autarquia não tem um terreno apropriado para construir uma pista, os testes estão sendo feitos em meio às vias públicas da cidade.

Na primeira semana, mais de 60 candidatos passaram pelos exames práticos em diversas categorias.

De acordo com a chefe da 95ª Ciretran, Lídia Bomfim, a realização dos exames práticos é uma grande conquista para Engenheiro Beltrão e os candidatos não terão mais a necessidade de se deslocar para Campo Mourão para fazerem o teste.

Além do exame prático de rua e baliza , todos os demais procedimentos para retirada e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) estão sendo feitos no município.

“Foi uma luta incessante e Engenheiro Beltrão teve uma enorme conquista com a vinda dos exames práticos para nossa Ciretran. Tudo ficou mais rápido e facilitou a vida dos futuros motoristas, que não tem que perder mais seus dias de trabalho para tirar a habilitação. Quem ganha é a população!” comemora, lembrando que a Ciretran também atende os processos para novos motoristas da  cidade de Quinta do Sol.

Ainda segundo Lídia Bomfim, o examinador, que aplica os testes vem de outros núcleos do Paraná e estarão especificamente vindo a Engenheiro Beltrão para a realização dos testes práticos.

“Agora contamos com uma estrutura completa, no que diz respeito aos processos de retirada e renovação da CNH.Infelizmente, não tínhamos um terreno para construção de uma pista própria e perderíamos a realização dos testes práticos em nossa cidade se não arrumássemos locais aprovados pelos técnicos do Detran-PR. As pistas são em via pública,mas terão a mesma validade”, esclareceu Lídia Bomfim, citando que os testes acontecerão quinzenalmente já no intuito de causar o menor transtorno possível aos munícipes e empresários.

foto: Jr Garbim/JER

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome